5 dicas de como usar o revestimento com detalhes para o ambiente

7 minutos para ler

Você já pensou na ideia de utilizar revestimento com detalhes na decoração dos ambientes da sua casa? Eles podem tanto servir como elementos que dão um diferencial para os efeitos decorativos dos cômodos quanto para delimitar espaços ou auxiliar na transição de uma área para outra.

Neste post, nós separamos 5 dicas de como utilizá-los de forma criativa e de um jeito que combine com a decoração que mais lhe agrade. Confira!

1. Combinação de cores

Ao trabalhar com as cores em um ambiente, principalmente entre a combinação entre elas, é seguro dizer que o primeiro ponto de atenção é a sensação que elas causam. Uma paleta mais quente remete à estabilidade e aconchego. Já as cores frias têm propriedades mais calmantes, o que faz com que elas combinem com ambientes planejados para o relaxamento.

Utilizar tons em vermelho, laranja, amarelo e marrom nos revestimentos é uma ótima opção para ambientes onde há maior circulação de pessoas, como salas de estar, ambientes comerciais e cozinhas, por exemplo. Quando essas mesmas cores são usadas em ambientes muito pequenos, podem causar sensações de claustrofobia quando há muitas pessoas ao mesmo tempo no mesmo espaço.

Ainda falando sobre a paleta de cores mais quentes, os revestimentos nessas cores têm um ótimo contraste com revestimentos mais claros, como os da cor branca. Essa combinação, quando bem-feita, pode trazer uma sensação de amplitude para o cômodo em questão.

Em relação às cores mais frias, elas servem — e muito bem — para ambientes como quartos e banheiros. Isso porque são capazes de refletir a luz natural que entra nesses cômodos e deixá-los mais iluminados. Revestimentos brancos deixam o local com um aspecto de higiene e limpeza, além de também clarear ambientes que têm pouca iluminação ou metragem reduzida. Já os na cor preta são recomendados para os ambientes de maiores dimensões.

Com essas informações, é possível pensar na combinação de cores para usar o revestimento com detalhes no seu ambiente. Não há nenhuma regra que dite que em um ambiente só deve haver cores claras ou cores escuras. É possível mesclá-las, tudo depende da intenção por trás da utilização delas.

Para um ambiente mais despojado, é possível montar um contraste entre os revestimentos. Já se o ambiente for mais sóbrio ou mais clássico, é possível optar por combinações mais sutis ou até mesmo um degradê de tons da mesma cor.

2. Combinação de texturas diferentes

Independentemente se o estilo é mais ousado ou mais clean, combinar texturas distintas é uma boa forma de utilizar revestimentos com detalhes na decoração. Essas possibilidades de combinações fogem do tradicional, mas harmonizam muito bem em um ambiente. Aqui, um fator importantíssimo a ser considerado é a segurança.

É preciso pensar em que local os revestimentos serão instalados para só depois escolher o acabamento deles. Lembre-se de que em áreas molhadas, como cozinhas, banheiros e áreas externas, como bordas de piscina e locais de lazer descobertas precisam de revestimentos rústicos, preferencialmente de alto relevo ou com granilha.

As texturas e painéis 3D são ótimas peças para serem utilizadas e combinadas com outros revestimentos, como a madeira, por exemplo. Aqui, o ideal é utilizar a criatividade para fazer com que eles sejam o destaque da parede ou do piso do cômodo em questão.

3. Combinação do piso com as paredes

Combinar os revestimentos do piso e da parede também pode fazer com que eles sejam o destaque da decoração. Aqui, o segredo é pensar no tamanho do cômodo, já que, nos maiores, é possível instalar itens que proporcionem maiores contrastes e, nos menores, a aposta certa é nos tons claros para aumentar o efeito de amplitude do espaço.

Utilizar o mesmo revestimento tanto nas paredes quanto no chão pode ser uma boa pedida, pois dá uma sensação de unidade e continuidade para o cômodo em questão. Isso porque, sem a “quebra” de padronagem, a sensação é a de que o piso é infinito.

Já outra opção é utilizar um revestimento em relevo na parede com um que seja polido no chão. São duas texturas diferentes que combinam muito bem e podem ser utilizadas na sala de estar, por exemplo, pois confere a ela um ar de sofisticação. Nos quartos, é possível pensar em algo que seja também aconchegante, como revestimentos amadeirados mais lisos no chão e tijolinhos à vista mais rústicos na parede.

4. Combinação de tamanhos e formas diferentes

Utilizar tamanhos diferentes, mesmo que o revestimento utilizado seja o mesmo, pode dar um ar diferenciado e até mesmo divertido para a decoração do ambiente. Um dos exemplos mais utilizados são os azulejos na cozinha, que podem revestir a parede toda em um tamanho específico e, para criar um detalhe, geralmente no meio da paginação, uma versão menor é utilizada. Nos banheiros também é possível fazer a mesma combinação, com os revestimentos sendo da mesma cor ou não.

Uma forma de brincar com as formas e tamanhos diferentes do revestimento com detalhes que estão sendo bastante utilizados no momento é a mistura de elementos hexagonais com outros formatos de pisos ou azulejos. Com essa mistura, é possível criar desenhos e paginações exclusivas, seja no chão ou nas paredes. Utilizá-lo com madeira, por exemplo, oferece um certo charme e aconchego na decoração. Já na formação de uma paginação que misture essas formas com cimento queimado deixa o ambiente com um ar mais industrial.

5. Combinação e contraste de estilos

Caso você seja o tipo de pessoa que tem não tenha preferência por um único estilo de decoração, ou não ligue muito para isso, saiba que é possível utilizar o revestimento com detalhes para misturar um ou mais deles ou até mesmo contrastá-los em um mesmo ambiente. Caso o imóvel em questão tenha um conceito aberto, essa combinação fica muito mais fácil de ser colocada em prática.

A madeira, um elemento encontrado em todo tipo de decoração, mas que é muito ligada ao estilo clássico, por exemplo, pode ser utilizada juntamente com o porcelanato líquido e causar ao ambiente uma combinação do moderno com o mais antigo. Já o mesmo revestimento amadeirado, se combinado com o cimento queimado, junta o clássico ao industrial e confere um ar único para o cômodo.

Como você pode perceber, utilizar o revestimento com detalhes em um ambiente pode fazer toda a diferença na decoração. Entre todas as possibilidades de combinação, é preciso pensar além da que mais agrade e se preocupar para que elas não acabem sobrecarregando o espaço e tire a atenção aos outros detalhes. Mesmo em uma abordagem mais ousada, é preciso que haja um equilíbrio.

Gostou do assunto do texto? Quer continuar a aprender sobre ele? Então assine agora mesmo a nossa newsletter e receba conteúdo novo diretamente na caixa de entrada do seu melhor e-mail!

Posts relacionados

Deixe um comentário